Voar com lentes de contato: como manter seus olhos confortáveis ​​em um avião

Voar com lentes de contato pode ser desagradável, para dizer o mínimo. O ar seco e a alta pressão de um avião podem causar desidratação e irritação, fazendo com que seus contatos pareçam apertados e desconfortáveis. Mas usar lentes de contato não significa automaticamente que você precisa se contentar com o desconforto quando viaja. Considere estas poucas dicas para garantir um voo agradável (e sem irritação).


Roteiro Chile / Peru

visão global

Conheça a extraordinária civilização perdida dos incas e como eles aproveitaram ao máximo as extraordinárias paisagens da América do Sul. Este tour de 22 dias explora o império desde sua periferia sul, além do deserto de Atacama, até seu santuário em Cusco e Machu Picchu, no alto dos Andes peruanos. Ao longo da viagem, percorremos fascinantes sítios arqueológicos, museus, templos e cidades para explorar as muitas culturas que habitaram a região antes e com o Inca. Visitas a nascentes termais, lagos de montanha, desfiladeiros e canhões dão vida à notável história natural da região.

Descobrir

  • Civilizações inca e pré-inca, de San Pedro de Atacama, no Chile, a Cusco, no Peru
  • Arqueologia da América do Sul, desde as antigas múmias do deserto seco de Atacama até as congeladas no gelo andino
  • O legado espanhol em igrejas, mosteiros e praças encantadoras da cidade
  • Diversas paisagens e seu impacto na história humana: altos desertos e montanhas altas, o cânion mais profundo do mundo e o lago navegável mais alto, o Titicaca
  • Vida contemporânea em capitais vibrantes, em Santiago e Lima

DESTAQUES

  • O drama do deserto de Atacama, lagos e salinas
  • Sítios arqueológicos e museus proeminentes em Arica, “cidade da eterna primavera”
  • Imersão nas termas térmicas depois de viajar profundamente no cânion de Colca
  • Culturas tradicionais únicas nas ilhas flutuantes do Lago Titicaca
  • A espetacular passagem de montanha do Altiplano, através do Vale do Rio Umayo até Cusco
  • Incríveis locais incas e templos do sol no Vale Sagrado: Coricancha, Sacsayhuaman e Ollantaytambo
  • Ascenda a gloriosa propriedade montanhosa de Machu Picchu, construída no auge do Império Inca.

visão geral do itinerário

Dias 1–2:Faça um passeio a pé por Santiago.

Dias 3–5:Voe para San Pedro para visitar locais pré-incaicos, lagos salgados e os altos Andes.

Dias 6 a 8:Atravesse o Atacama, visite os sítios arqueológicos de Arica e as múmias Chinchorro.

Dias 9–11:Voe para Arequipa; visite um mosteiro e o Canhão do Colca em Chivay.

Dias 12–13:Explore as ruínas incas e as ilhas do Lago Titicaca.

Dias 14–15:Em Cusco, visite um templo, um armazém e uma cidadela inca do sol.

Dias 16-19:Descubra os mercados do Vale Sagrado, igrejas e ruínas incas, incluindo o icônico Machu Picchu.

Dias 20–22:Explore Lima antes de partir para casa.

Um itinerário detalhado para este passeio está disponível. Clique no link acima para visualizar ou baixar.

Chegando laA Qantas e a LATAM Airlines possuem vôos de e para Santiago. Entre em contato 


Como ser fitness viajando?

Como ser fitness viajando?

Planejar as férias já é uma tarefa difícil, portanto, o exercício durante a sua viagem é muitas vezes deixado de fora do itinerário. Você pode, no entanto, evitar levar para casa alguns quilos extras como lembrança, incorporando exercícios em suas atividades familiares. Simplesmente optar por atividades ativas permite que sua família fique em forma enquanto aproveita suas férias e explora tudo de uma vez!


Torne-se um guru yoga em suas próximas fériasq

Torne-se um guru yoga em suas próximas férias

Nas suas próximas férias, por que não combinar sua paixão por viagens e ioga? Escolas e retiros em todo o mundo oferecem programas de treinamento para estudantes que desejam se tornar instrutores. É uma chance de embarcar em uma jornada de yoga até o destino que você está morrendo para cruzar sua lista de desejos e talvez iniciar uma nova carreira – ou pelo menos um show paralelo.


Viajar sozinho é para você? Responda essas 8 perguntas antes

Viajar sozinho é para você? Responda essas 8 perguntas antes

Uma pesquisa rápida no Google sobre viagens individuais revela o quão gratificante uma viagem solitária pode ser. Embora haja benefícios em viajar sozinho, pode não ser o melhor para todos. Álbuns de iPhone cheios de selfies, jantares sozinhos e a necessidade de tomar decisões por conta própria são apenas algumas coisas a considerar antes de planejar sua próxima viagem individual. Decida se a viagem solo é ideal para você usando estas 8 perguntas!


Três cidades oferecem três maneiras diferentes de experimentar a colômbia

Se os seus únicos pontos de referência para a Colômbia são Pablo Escobar, tráfico de drogas e o conflito de guerrilha das Farc, é hora de dar uma nova olhada no país. Enquanto a Colômbia ainda tem sua parcela de lutas, as cidades foram revitalizadas, a segurança melhorou e o turismo se recuperou nos últimos anos. Além disso, o dólar permanece forte contra o peso colombiano, mantendo os custos de viagem baixos e permitindo mais oportunidades para explorar a Colômbia em maior profundidade.


Indo para Vancouver? Não perca estas atividades para a família

Poucas cidades podem se comparar a Vancouver em um belo dia de sol, com seus arranha-céus reluzentes emoldurados por montanhas escarpadas e mar cintilante. Como se a beleza natural ao redor não fosse suficiente para merecer uma visita, a cidade é diversificada e cosmopolita, com um cenário gastronômico próspero, boutiques elegantes, hotéis chiques e uma comunidade artística robusta.


Saudáveis ​​street foods ao redor do mundo

De Berlim a Bangcoc, percorrer as ruas das cidades mais vibrantes do mundo coloca você no carrinho do nariz ao vendedor com algumas das mais deliciosas refeições que você poderia esperar. Não há necessidade de gastar muito dinheiro em um restaurante chique ao visitar um novo local para experimentar a melhor culinária que uma cidade ou país tem a oferecer. Em vez disso, gaste apenas alguns dólares (e às vezes muito menos!), Apóie a economia local e trate seu paladar com uma nova experiência com comida de rua.